dor na coluna

A lombociatalgia é caracterizada pelo estreitamento do canal vertebral nas vértebras lombares, provocando a compressão da raiz nervosa. Conhecida como “Dor do Ciático”, sua principal causa é a hérnia discal. Entretanto, fatores como processos inflamatórios, tumores ou osteófitos também podem causar compressão radicular.
Normalmente, na lombalgia a dor não apresenta irradiação importante, enquanto na lombociatalgia, ela irradia para o quadril e face posterior da coxa, podendo estender-se até o pé.
A intensidade da dor é variável de uma sensação de desconforto até uma dor lancinante, e a movimentação da coluna agrava a dor, impedindo o paciente de trabalhar ou realizar qualquer atividade.

Cirurgia minimamente invasiva da coluna

A cirurgia minimamente invasiva é uma terapêutica menos agressiva para as doenças da coluna. Apresentando um menor risco de complicações, proporciona uma recuperação mais rápida, com um breve retorno às atividades habituais.
Estas técnicas cirúrgicas são indicadas para o tratamento de doenças degenerativas da coluna, como hérnias de disco e bicos de papagaio. Em alguns casos, problemas na coluna como fraturas, tumores e deformidades, também podem ser tratadas por técnicas minimamente invasivas.

A cirurgia da coluna vertebral elimina totalmente a dor crônica?

A cirurgia da coluna vertebral é indicada quando o tratamento medicamentoso e a reabilitação física não produzem resultados satisfatórios, em relação ao resgate das funções prejudicadas, ou a diminuição da dor, um dos sintomas mais debilitantes. Procurar o médico neurocirurgião é a melhor maneira de se certificar que está optando pela melhor abordagem terapêutica.
Mesmo com a evolução dos procedimentos cirúrgicos, que são cada vez menos invasivos e com menos efeitos adversos, ainda é possível que o paciente apresente uma reação inflamatória residual, com geração de dor.
Isso é considerado normal no pós-operatório, mas em alguns casos, a dor persiste de forma crônica, e necessita de outros tipos de avaliação e tratamento.

A importância da continuidade do tratamento  mesmo após a cirurgia

Existem diversos fatores que podem justificar a permanência de um quadro de dor após a cirurgia da coluna. O acompanhamento do neurocirurgião especialista em coluna vertebral é importante nesses casos, para rastreamento e tratamento desses fatores.
Cada procedimento requer uma conduta, conforme as particularidades do paciente. Em geral, é importante que o paciente não carregue peso, tome a medicação adequadamente e realize a reabilitação como indicada. Retornar às consultas de avaliação da recuperação também é fundamental.

A Cirurgia da Coluna e o Alívio da Dor Crônica
Votar

Comente

Agendar
Consulta