Neurocirurgião Especialista em Coluna

Os problemas mais frequentes relacionados à coluna são dores musculares, hérnia de disco e dores nas articulações, com maior incidência na coluna cervical e na coluna lombar, onde os sintomas são, normalmente, mais intensos. Para minimizar estes problemas, a recomendação é simples: prática de exercício físico, controle do stress e melhora dos hábitos alimentares. Abordagens mais específicas, como a ergonomia do trabalho, exercícios de fortalecimento da musculatura eretora da espinha, ou mesmo a realização de cirurgia também podem ser indicadas para quem sofre de dores crônicas nesta região. Mas você sabe quando consultar um neurocirurgião especialista em coluna?

Quais as funções da coluna vertebral?

A coluna vertebral tem duas funções básicas. A primeira serve como eixo de sustentação da estrutura corporal, auxiliando também na realização dos complexos movimentos de flexão e extensão, assim como no sentido lateral e rotacional.

A segunda função da coluna vertebral está relacionada com a condução das estruturas nervosas através do canal vertebral. As raízes nervosas são prolongamentos dos neurônios localizados na medula, que se estendem para as diversas regiões corporais.

Quais as causas das dores na coluna?

Dores na coluna podem estar associadas a hábitos comuns, porém prejudiciais, como má postura no trabalho ou realizar movimentos de forma brusca ou inadequada.

Sedentarismo, estresse, posturas inadequadas e viciosas no trabalho e com o uso de smartphones são fatores que aumentaram a incidência destas dores, pois sobrecarregam a coluna, pela postura da cabeça em relação ao pescoço.

Hérnia de disco

A hérnia de disco, por exemplo, é um dos problemas mais comuns na coluna vertebral, e pode causar dores irradiadas que afetam os braços e mãos ou pernas e pés. Às vezes, as dores podem ser tão limitantes que impedem até a execução de tarefas simples e rotineiras.

Estenose do canal lombar

Sintomas como dor, fraqueza e dormência nas pernas, que pioram ao caminhar podem ser sinais de estenose de canal lombar, um estreitamento do canal vertebral, por onde passam as raízes da medula na região lombar. O agravamento dos sintomas acontece ao andar ou ficar em pé, pois o estreitamento se torna mais acentuado nessas condições. A melhora ao sentar-se ocorre pois há um aumento do canal, aliviando a compressão das raízes.

Esta condição está associada ao envelhecimento da coluna, que acontece principalmente com a população idosa. Quando os sintomas são leves, podemos realizar um tratamento conservador com fisioterapia, por exemplo. Mas em casos que não há melhora ou os sintomas tornam-se incapacitantes, pode ser necessário consultar um neurocirurgião especialista em coluna.

Bicos de papagaio

Os bicos de papagaio na coluna também são uma forma de o organismo tentar estabilizar o desgaste na estrutura vertebral, devido à má postura, condições hereditárias e até mesmo sobrepeso. A dor é apenas um dos sintomas, já que a região é muito rígida e as vértebras acabam pressionando nervos e músculos. O indicado é procurar um neurocirurgião especialista em coluna vertebral, para descobrir o tratamento mais eficiente para reverter a condição em cada caso.

Como saber se preciso de uma cirurgia na coluna?

Alguns sinais de alerta podem identificar que o problema na coluna é sério e necessita de tratamento imediato: Uma dor forte que começa após um trauma, ou que está associada a perda da força ou da sensibilidade pode indicar a compressão de raízes nervosas. Nos casos em que a dor é muito forte à noite, quando a pessoa está deitada, também é mais um dos sinais de alerta, que indicam a necessidade de procurar um especialista em coluna.

Como boa parte dos pacientes apresenta dificuldades de aderência a um tratamento de médio a longo prazo, o desenvolvimento de técnicas cirúrgicas minimamente invasivas da coluna está possibilitando um tratamento eficiente com menor tempo de hospitalização, menor taxa de infecções pós-operatórias, menor perda sanguínea, além de uma recuperação mais rápida. Converse com um neurocirurgião especialista em coluna, para saber a técnica cirúrgica mais adequada ao seu caso.

Cirurgia da coluna com técnicas menos invasivas

A Cirurgia Endoscópica da Coluna é uma das técnicas menos invasivas do que a cirurgia tradicional. Também chamada videoendoscopia, nesta técnica praticamente não há trauma para o corpo do paciente.

Como não há cortes, o risco de infecção diminui a quase zero. É feita apenas uma incisão de aproximadamente seis milímetros, evitando também a ocorrência de sangramentos.

O tempo de duração do procedimento também é reduzido, comparado ao da técnica tradicional e o tempo de recuperação do paciente é de dois dias, em média, sendo possível retornar às atividades normais em até duas semanas.

Marque uma consulta conosco e tire todas as suas dúvidas sobre a necessidade de realizar uma cirurgia na coluna.

Quando Consultar um Neurocirurgião Especialista em Coluna
Média 5 / 9 de Votos

Comente

Agendar
Consulta